22
jul

0

Água e nosso treino

Gente, domingo cheguei feliz e contente na academia pra nadar e…esqueci minha garrafinha de água! Parece bobeira, mas na hora eu pensei “F *#@#”. Realmente, foi o que aconteceu! Juntou meu cansaço com a falta de água no treino e eu nadei mal. Cheguei em casa toda feliz e contente e comecei a beber água como se não houvesse amanhã! Parecia que eu tinha chegado de uma semana no Saara. Juro, tomei um porre de água e foi assim o resto do dia.

sem-agua

Comecei a lembrar de quando eu fazia meus longos de corrida e levava camelback (juro pra vocês que eu bebia 1,5l em 20km de treino, nesse sol de Ribeirão Preto) e via aquelas pessoas correndo sem água. Como não caíam duras e esturricadas no meio do asfalto? Não sei!

Por que eu pensava isso? O que acontece no nosso corpo quando falta água durante o treino?

– menor disposição;
– câimbras musculares;
– perda de coordenação;
– distúrbios intestinais;
– diminuição da performance (Sistema Cardiovascular fica prejudicado por diminuição do débito cardíaco);
– falta de regulação térmica (o corpo sem a água não consegue dissipar o calor do corpo).

Este fator chega a ser tão importante que, o corpo pode começar a apresentar uma queda de 20% em seu rendimento caso, por exemplo, a temperatura corpórea suba 1ºC.

Comecei a pesquisar sobre o assunto e vejam que interessante o que eu encontrei:

A desidratação resultante da falta da reposição adequada de líquidos durante o exercício, pode causar o comprometimento da dissipação do calor, podendo aumentar a temperatura corporal basal e exigir um esforço adicional do sistema cardiovascular (Montain & Coyle, 1992; Nadel et al., 1979), diminuindo o rendimento do atleta. Assim, indiretamente, pode afirmar-se que uma má hidratação concorre para um menor gasto energético durante o treino por fadiga precoce.

Durante o exercício físico que se prolonga por mais de uma hora a desidratação oscila também conforme o peso do atleta. Esta perda é variável entre 2% e 6% e basta perder 1% para que o atleta reduza o seu rendimento e ponha em tensão o seu sistema cardiovascular e a sua regulação térmica.

 

Trocando em miúdos, nosso rendimento cai porque, toda a energia que o corpo gastaria na atividade física, ele passa a usar para que as células mais importantes não desidratem. A questão da fadiga precoce, causada pela desidratação foi, inclusive, comprovada por pesquisadores da Universidade de Birmingham, na Inglaterra, em estudos publicados em 2012. Além disso, se você quer emagrecer, você PRECISA beber água durante o exercício.

Ah, mas e o pessoal que quer ganhar massa muscular?

Todo o trabalho com pesos requer níveis de hidratação bastante elevados, pois o treino de um culturista é relativamente curto e muito intenso. Por não se hidratarem o suficiente, os atletas por vezes, além da desidratação, também tem desequilíbrios de electrólitos o que pode ser problemático em treinos superiores a uma hora.

 

“Quando nos exercitamos, existe uma boa demanda dos músculos por substâncias como glicose e oxigênio. E a água ajuda a transportá-los”, explica o fisiologista Orlando Laitano. Com pouca H2O disponível, esses materiais têm dificuldade para chegar ao seu destino – e, assim, falta energia para as pernas se movimentarem.

Essa desidratação local afeta a vinda de nutrientes essenciais à construção das fibras musculares, a exemplo da proteína. Aliás, até essas estruturas também são compostas de água. Privar-se dela, portanto, é ficar sem matéria-prima para formar mais fibras. Outro motivo para a recuperação ficar lenta quando o tanque está vazio.

O músculo depende de determinados sais minerais e – adivinhe! – água para realizar toda e qualquer contração. “A precisão e a suavidade do movimento diminuem significativamente se o indivíduo não bebe o suficiente. Isso, por si só, já aumenta a probabilidade de uma lesão”, alerta o médico do esporte Jomar Souza.

Galera, além de toda a importância da água para o organismo, que já estamos carecas de saber ( bom funcionamento do organismo, preservação das funções fisiológicas, transporte de nutrientes, regulação da temperatura corporal.), se há mudança no desempenho do seu treino, não esqueça sua garrafa de água em casa! Pense em sua saúde, acima de tudo!

17
fev

0

Ser saudável x adversidades da vida

As redes sociais estão repletas de felicidade. Parece que as pessoas só são felizes o tempo todo. Diante do meu atual estado de espírito (coração apertadinho) comecei a pensar que, apesar de as pessoas não propagarem aos sete ventos (já que nem só os amigos estão de olho), todo mundo passa por reveses na vida. Pode ser coração partido, perda de emprego,  um animalzinho de estimação perdido, um ente querido que se foi… Todo mundo fica triste que só, em algum momento. E se manter saudável nessas horas, é muito difícil.

Eu que o diga! Em uma semana,  me alimentando mal e malhando quase nada, cadê meus músculos? Não tenho nem um pouco de orgulho disso… Mas não adianta esconder as coisas de vocês!

Como sei que todo mundo vai passar por algum momento assim algum dia, pensei no que não podemos deixar de ingerir, mesmo que a vontade seja de não comer nada! Conversei com o nutricionista André Facchin também. Aí vai a lista:

Água.  copo-com-aguaÉ óbvio que não podemos ficar sem. Eu sei! Mas verdade seja dita, nessas horas não dá vontade nem de beber água (e tem gente que não bebe nem quando está feliz da vida). Porém, o organismo, recebendo pouca água, fica desidratado. Cansaço, indisposição, pele seca, cabelos secos (ninguém ta ligando pra beleza agora, mas daqui uns dias você vai ligar), dores de cabeça, problemas digestivos, inflamações, cistites, formação de cálculos (pedras), alterações da pressão arterial, da circulação, do sistema hormonal, irritabilidade, insônia, são alguns exemplos do que pode acontecer para quem bebe pouca água.  Além disso, ficam retidas dentro do corpo substâncias tóxicas, prejudiciais, contribuindo para o aparecimento das mais variadas doenças.  Já não chega o tanto de “pendenga” que temos, por causa de lesão medular. Não vá querer aumentar isso!Tome um porre de água todo dia!

frutas-e-vitaminasFrutas. São alimentos de grande valor nutricional e devem estar presentes diariamente na nossa dieta. Elas são fontes de água, vitaminas, fibras e compostos bioativos. O consumo diário de frutas contribui para o bom funcionamento do intestino, fortalece o sistema imunológico, protege o corpo contra certos tipos de cânceres, doenças cardiovasculares e ajuda na redução dos níveis de colesterol e açúcar do sangue. E segundo  André, elas ajudam a diminuir muito a ansiedade! Não vão te dar trabalho pra ficar cozinhando, preperando, porque quando o bicho ta pegando, a gente não quer fazer nada disso. A fruta é só lavar e comer. Rápido e eficaz.

castanhas

Castanhas. Rápidas e práticas,  possuem vitaminas e minerais aos montes, além  da gordura boa que nosso organismo precisa. Também podem ajudar na questão da ansiedade, devido ao tantão de coisa boa que elas tem. Só não vale pegar o pacotinho de 1kg de castanha de caju, sentar no sofá e afogar as mágoas, pensando “a Dani disse que pode”. Pelo amor de Deus! Na foto está a quantidade recomendada.

.

 

beneficios-carne-saudeCarne vermelha. Uma grande preocupação nessas horas, é prolongar o chororô por muitas semanas e ficar com anemia! Uma amiga minha emagreceu 10kg por causa do fim de um namoro. Mas esse emagrecimento não foi nada saudável! E nosso objetivo é manter a saúde, não mandar alguém parecido com um cabide pras passarelas da moda. Se já está a fim de cozinhar ou alguém cozinha pra você, prefira a carne vermelha nesse momento. Ela é rica em vitaminas, minerais e proteínas. Também pesquisei e, segundo um especialista em medicina ortomolecular e nutrologia, a carne vermelha é superior ao frango e ao peixe como alimento antidepressivo, devido à alta concentração de fenilalanina que apresenta. Como ajuda a manter a glicemia mais estável, o consumo de carne vermelha diminui alterações de humor e compulsão alimentar (que é outra situação pela qual podemos passar.) Ingira as porções adequadas, recomendadas pelo seu nutricionista. E evite comer a carne frita!

Espero ter ajudado, pessoal! Bjsss e até o próximo post 😉