24
nov

0

Workshop Nutrição para Todos – parte 1

Ja ta todo mundo me cobrando, me mandando mensagens,me pedindo as dicas  que eu aprendi no curso, no final de semana.

Os nutricionistas que palestraram foram o meu nutri Top das Galáxias Hugo Comparotto, o super nutri Renato Barbim e o nutri The Best Rodolfo Peres. Todos eles são especialistas em nutrição esportiva.

Claro que eu não vou conseguir colocar aqui tudo que eles falaram. Foram muitas horas de informações valiosas. Porém, vou transcrever aqui algumas dicas legais, que eu anotei. Como é muita coisa, vou dividir em posts, ao longo da semana. Espero que gostem.

………………………………………………………………………………………………………………

– Qual a diferença entre regime e dieta?

O regime é pontual. Quando você quer ver o ponteiro da balança descer, para algum evento. Você não está interessado em massa muscular e % de gordura. No regime você perde músculos e água e sofre várias restrições. Porém, restrições levam a compulsões. Por isso o regime leva ao efeito sanfona.

A dieta é um hábito alimentar, um estilo de vida. São hábitos criados e cultivados diariamente. A perda de peso e o aumento da massa muscular são consequência das escolhas que você faz. Olhar a balança não quer dizer nada. Quem quer ter músculos, quem quer perder gordura e ter rendimento no treino, precisa se alimentar direito.

gorduraxmusculo

– Quero emagrecer = faça atividade física

Mesmo fazendo dieta, você precisa fazer atividade física, com treino montado por um profissional.

Crie o hábito, para fazer diariamente.

Se você fizer atividade física 3x na semana, fará exercícios 12 dias no mês. É menos que a metade do mês. Você trabalha mais que a metade do mês. Por que não pode treinar mais que a metade do mês também?

– Esqueça a balança

Existe peso ideal? Levaram um atleta, fisiculturista, o Claudio Monte. Ele pesa 100kg em 1,66. Se você for calcular o IMC, ele estaria em obesidade mórbida.  Esqueça a balança e mude seu estilo de vida!

– Você só vai perder peso se estimular seu corpo a ganhar massa muscular. Por isso, faça musculação!

– Mude seus hábitos alimentares (Essa parte foi incrivelmente interessante, pois ele nos mostrou como analisar o rótulo dos produtos).

Leite com achocolato light. Veja na lista dos ingredientes, qual é o primeiro. Açúcar!

Bolachas integrais ou barrinhas de cereais também estão repletas de açúcar! FUJA delas! Fuja de sucos em lata e sucos de caixinha, que também estão repletos de açúcar!

Pre-treino – queimadores – excesso de cafeína desregula o metabolismo e traz depressão e ansiedade.

– Seu metabolismo tem que estar favorável à perda de gordura e ganho de massa muscular.

Se você reduzir a quantidade de nutrientes que você ingere, seu corpo vai começar a acumular gordura para a sobrevivência (é isso que o corpo de quem está gordinho faz). Mantenha o nível de glicogênio estável no fígado e no sangue. Se você não tiver o nível de glicogênio no músculo, você irá perder músculo!

– Siga um padrão alimentar e entenda que é um estilo de vida! É pra sempre!

copo-com-agua– A PRIMEIRA  coisa pra quem vai iniciar a dieta: BEBA ÁGUA!

Quantos litros devo beber? Vigia sua urina ao longo do dia, para que fique clarinha. Beba água saborizada (você coloca frutas na garrafa) ou marque horários na sua garrafinha.

– Fracionamento das refeições. Seu corpo não tem horário. A média de 3 horas é o tempo que o corpo leva para digerir, metabolizar e deixar carboidrato e proteína circulando pelo corpo.

– Coma devagar. Não precisa contar a mastigação. Porém, seu corpo leva de 15 a 20 min para reconhecer a saciedade

– Coma com qualidade – invista em nutrientes!

– Coma o suficiente para matar a fome e pare de comer quando sentir-se satisfeito.

– Gordices = prazer momentâneo. Vale a pena? Pense no que está ingerindo e colocando pra dentro do seu corpo.

– Você não tem que comer menos! Você tem que comer direito!

A escolha alimentar não quer dizer quantidade de calorias, mas de nutrientes.

Atente-se a bolacha água e sal, nescau light, toddynho, torradas, chás em caixinha, sucos de caixinha.

1 toddynho por dia, é igual a 1kg de açúcar no mês. É alimento isso?

1 pacotinho de bolachinha integral (estilo Belvita) = 20gr de carboidrato = 2 fatias de pão integral ou 4 colheres de arroz integral ou  1 iogurte com fruta. Qual a melhor escolha?

açucar

– Final de semana: 7 refeições por dia = 49 refeições na semana. Sexta à noite, sábado e domingo = 15 refeições = 30% da sua semana. Vale a pena  chutar o balde?

– Quer comer doce? Coma após a atividade física ou próximo às refeições. A tendência é comer menos.

– Aprenda a excluir maus hábitos da sua dieta

– Furos: cirurgias plásticas, dietas da moda, shakes e restrições – não trazem resultados a longo prazo.

-Seja paciente: leva o mínimo de 8 a 12 semanas para observar os resultados do ciclo de treino e dieta.

– Dieta não é apenas um cardápio. Mude seus hábitos, seu estilo de vida

– Planejamento: planeje as refeições da semana.

– Não faça grandes restrições

– Trace seus objetivos

– busque profissionais da área

MUDE, MAS MUDE DEVAGAR. A DIREÇÃO É MAIS IMPORTANTE QUE A VELOCIDADE.

Reflitam!! Essa semana eu trago mais dicas, no próximo post!

11
ago

1

O por quê do integral

integral

Que a escolha pelo integral é mais saudável todos já sabemos, acho que isso não é mais um argumento convincente, já que algumas pessoas ainda tem resistência em comer o integral, ou porque nunca experimentaram ou porque experimentaram uma versão não tão palatável ou mesmo o paladar da pessoa não estava acostumado às delicias da vida, alias acho que nem é questão de só o paladar, quando você esta acostumado a ingerir alimentos integrais, o corpo pede por eles, a mente inconscientemente pede por eles, já que assim conseguiremos manter a qualidade de vida e o bem estar estabelecido.
É simples faça o teste: tenha uma rotina alimentar saudável, mantenha ela por uma semana, em um dia saia da sua rotina ingerindo só alimentos ricos em gorduras, açucares, tipo fast food, salgadinhos, refrigerantes, doces, ai sim, sinta sua qualidade de vida desmoronar, sua barriga inchar, a sensação de cansaço, desanimo e preguiça aparecerem e claro dali duas horas a compulsão lhe perturbar e você ficar louco para repetir o atentado a sua saúde, virando um ciclo vicioso de exagero, comilança, desanimo, frustação e arrependimento.

Mas como fazer a melhor escolha e já respondendo a questão do título desse post.
Primeiro, sabemos que os alimentos integrais contem mais vitaminas e minerais, já que passam por menos processos de refinamento, logo deveriam ser mais baratos.
Segundo, existe uma coisa chamada Índice glicêmico (que é a capacidade do alimento em elevar a taxa de açúcar no sangue), beleza, ótimo, e? E então quando ingerimos um alimento de alto índice glicêmico, ou seja, que terá a capacidade de elevar rapidamente o açúcar em seu sangue, a famosa hiperglicemia, também estaremos elevando muito a taxa de insulina, hormônio que irá rebater essa elevação, retirar esse açúcar e coloca-lo para dentro das células. Porem é justamente esses dois aumentos (hiperinsulinemia e hiperglicemia) que causam aquele desanimo, aquela sensação de cansaço que te leva ao sofá ou ao sono incontrolável após uma grande refeição. E dependendo do horário no qual foi ingerido esse alimento de alto índice glicêmico, proporcionando o pico de açúcar no sangue, você ainda terá um presente, fabricará grande quantidade de gordura e ainda acumulará principalmente na barriga. Legal né?


Por isso então da escolha do carboidrato integral, de baixo índice glicêmico, de lenta absorção, que fará com que o açúcar seja liberado em sua corrente sanguínea mais lentamente, não estimulando tanto a insulina e proporcionando ou mantendo a sensação de leveza, bem estar. Além disso, estimulando a maior queima de gordura, um bom controle da sua taxa de açúcar no sangue(glicemia), que também controlará hormônios de fome e saciedade e consequentemente os de ansiedade, vontade e compulsões.
Simples não? Agora para complicar mais um pouquinho, será que todos alimentos que estão a venda e tem no rotulo o escrito INTEGRAL, seriam bons para o consumo? Melhor que a versão normal seria sim, mas, sempre é necessário saber ler rótulos para fazer a melhor escolha. Questione seu nutricionista!

Procure um nutricionista que lhe ofereça esses conhecimentos, esses argumentos, para que assim, seguir uma dieta e mudar hábitos alimentares sejam feitos de uma forma na qual você coloque os conhecimentos, a teoria na prática, acho que assim é muito mais fácil e prazeroso, muito diferente do “pode, não pode”, de restrições ridículas e sem fundamentos ou escravidão/dependência de uma pessoa que fica atrás de uma mesinha, julgando o que você come e lhe aprisionando a cardápios semanais.
Ter uma rotina alimentar e praticar exercício físico é a única forma para ter saúde e qualidade de vida.
Por que vocês acham que há tantos grupos de corridas, grupos de bicicletas, academias? As pessoas estão conseguindo relacionar e encontrar o prazer prolongado na atividade física e na qualidade alimentar e não o prazer momentâneo, que é simplesmente o ato de comer algo gorduroso ou açucarado ou ingerir álcool ou deixar o ócio e o sedentarismo tomar conta do corpo, tudo isso em excesso, parte do ciclo vicioso, de quanto menos eu faço menos quero fazer ou quanto mais eu como, mais eu quero comer.

É possível mudar.
Pratiquem Hábitos Saudáveis

 

 

Hugo ComparottoHugo Comparotto

Formado em Nutrição e Metabolismo pela FMRP – USP. Especialista em Obesidade e Emagrecimento e Capacitado em Nutrição e Suplementação esportiva, Nutrição Avançada pela IFBB. Consultor científico e desenvolvimento de novos produtos na ADS/Atlhetica Nutrition e Santa Helena.

26
mar

10

Minha dieta

Gatinhas do meu Brasil, tenho recebido muuuuitas mensagens,perguntando qual é a minha dieta, o que eu como, porque muitas meninas querem comer também. E as perguntas são bem diretas mesmo: “Qual é a sua dieta? Eu quero fazer igual a você.”

Primeiro, amigas, eu quero dizer que o resultado não veio da noite pro dia! Eu fiz o blog há pouco tempo, mas quem já é meu amigo em redes sociais, sabe que eu retomei a rotina e disciplina de dieta e atividade física, há quase 1 ano, assim que voltei do Sarah. Não foi fácil, não foi de uma hora pra outra. Já se foram 10kg, mas eu fiz sacrifícios, eu também escorreguei algumas vezes e eu tive muitas dificuldades. Assim que voltei do Sarah eu parecia uma cigana, morando na casa de amigos, cada hora na casa de um, até conseguir me estabelecer. Assim, cada casa é um hábito e uma dieta diferente, e não era fácil seguir a minha quando os cardápios não combinavam. Eu só agradecia a Deus por ter uma caminha pra dormir e amigos tão carinhosos, e comia o que tinha. Por isso eu demorei tanto pra emagrecer esses quilos (Um dia eu prometo me aprofundar no assunto, se for do interesse de vocês).

Mas fucem aí noMP_Dietas arquivos de textos antigos do blog que vocês vão encontrar um diário da dieta lá no ano passado. Lá pra maio ou junho, eu acho. Ao lado está a foto que coloquei no post.

Agora, vamos lá. Falemos da minha dieta atual! Eu não sou nutricionista e não posso “passar um cardápio” pra ninguém! Isso seria muito errado! Uma menina disse que sou egoísta, que eu emagreci e não quero passar o segredo… O segredo é um só: atividade física e dieta personalizada pra você! Não adianta você ir ao nutricionista do convênio e ele tirar um cardápio pronto da gaveta! Ainda mais se ele acabou de dar esse cardápio pra moça que anda e acabou de sair do consultório antes de você entrar.

Quer me ver querer morrer? Estavam fazendo escova no nosso cabelo, no dia da mulher, na academia. Uma colega disse “nossa, você secou, amiga! tá de parabéns.” Vira a escovista e pergunta: “o que você tomou?”.. eu? Vergonha na cara! Pra me disciplinar a malhar e cuidar da alimentação! Não tentem shakes mirabolantes, nem dietas restritivas, muito menos ficar sem comer ou tentar emagrecer com remédio! (Mas eu não falei isso pra ela! Fiz cara de paisagem e só expliquei algumas mudanças)

Outra coisa errada seria mandar todas vocês comerem o que como! Imaginem só! Eu nado (to meio em falta com isso), faço pilates, ando de andador, vou pra academia fazer musculação e algumas aulas TODOS OS DIAS! Eu limpo a casa, eu toco a cadeira na rua, eu faço um monte de esportes. Tenho lesão C7, mas me viro bem. E tenho um cardápio pra isso! Aí vem uma moça que trabalha num escritório o dia inteiro, toca a cadeira só ali dentro (pouco), não faz atividade física, chega em casa e liga a TV. Vai adiantar ela comer a mesma coisa que eu? Ou vai adiantar eu comer a mesma coisa que uma atleta profissional da natação, por exemplo, que passa a manhã inteira treinando, enquanto eu to aqui passando pano no chão ou escrevendo pra vocês? Também não!

O meu conselho é vocês procurarem um bom nutricionista (posso passar o contato do meu) e começarem a mexer os corpinhos. Não adianta dar desculpas e falar que não tem academia perto, porque eu já falei disso aqui no blog!

Mas, pra vocês não me odiarem, eu vou passar algumas dicas, ok?

copo-com-aguaBeba um porre de água por dia – Não é porque você trabalha no ar condicionado do escritório, que não precisa de água. Eu não transpiro. Quer dizer que se eu perco pouca água, posso tomar pouca? Claro que não! Beba 8 a 10 copos de água por dia!

Coma de 3 em 3 horas –  Mas Daaaani, eu trabalho no escritório! Não posso levantar (mesmo porque não levantamos) a cada 3 horas pra comer algo. Coma sentada, oras bolas (piadinha). Tenha na sua gaveta ou na bolsa coisas que não vão estragar, como mix de castanhas, frutas desidratadas (eu adoro abacaxi e manga), barras de cereais e barras de frutas. Na geladeira do escritório, deixe uma fruta e um iogurte.

Coma integrais –  Arroz branco é uma delícia! Eu adoro! Pão francês, então, nem se fala! Mas se vocês trocá-los por integrais, vai ficar mais tempo saciada e mais saudável! Ficando saciada por mais tempo, não vai morrer de fome ou de gula tão cedo!rs

Frutas-y-verdurasFrutas, legumes e afins – Gente, precisa comer! Nosso intestino já é mais lento que bicho preguiça no calor. Se você não comer isso, todo o resto vai ficando dentro de você, poluindo seu organismo, inchando sua barriga. Faltarão vitaminas no seu corpo, você pode se sentir fraca, o risco de doenças é maior.

Coma proteína – carne, ovo, peixe, frango. Precisamos de todos eles na dieta.

Tem muito mais coisas pra falar, mas eu to no embalo de escrever aqui…Conforme eu lembrar, eu posto de novo!

Agora, vamos ao que eu como no meu dia inteiro. Gente, eu como o básico!

Café da manhã: eu como pão integral com presunto (enjoei do peito de peru! jesus!), ou atum. Às vezes até ovo! E tomo leite ou iogurte.

Lanche da manhã: fruta

Almoço: arroz integral (ou macarrão, ou batata), carne. Um mundo de salada e algum legume. Não como feijão porque não ligo pra ele. Meu nutricionista adequou meu cardápio pra não me fazer falta.

Lanche da tarde: Frutas

Jantar: pode ser comida, pode ser um sanduíche, depende do meu estado de espírito e do meu cansaço após a academia. E ainda tem a ceia também.

Tá, falei, falei. Até aí pareceu óbvio? Mas é! Só que não vou falar as quantidades pra vocês, porque isso varia de pessoa pra pessoa, do seu gasto calórico, da sua rotina, etc. Por isso eu disse que procurar um profissional é essencial.

E também não vai ajudar muito você fazer uma dieta linda, e ficar babando no sofá assistindo jornal. Você precisa queimar essa gordura que já está aí acumulado, esse pneu “sexy”, essa pochete maravilhosa. Queimar a barriga de tetra ta difícil! Mas vamos chegar lá! Pra queimar o toicinho que já temos, precisamos nos movimentar. Não tem outro jeito.

1902944_440712969393267_102419283_n

Eu não falei ainda, mas eu evito frituras ao máximo, evito açúcar. Isso não quer dizer que eu não coma chocolate. Eu sou chocólatra, passo até mal sem comer doce. Mas eu me controlo, me engano com gelatina light. E quando como, já mando um chocolate, que é o que eu mais gosto mesmo. Mas eu consegui diminuir as quantidades (justamente por lutar pra ficar sem) e, obviamente, não como todos os dias! Evitar frituras, também não quer dizer que sou a chata, meus amigos sentam no barzinho e pedem batata frita e eu não vou comer. Mas eu como bem pouca mesmo! Eu não sou neurótica, chata, mala que janta antes de sair de casa pra não comer nada. Eu janto porque não posso ficar muitas horas sem comer, devido aos problemas de pressão baixa que a lesão medular me trouxe.receita-creme-chocolate-marshmallow Mas eu gosto de viver! E se isso significar sair pra tomar um sorvete com a turma, eu saio sim e ainda coloca marshmallow!hahahahaha

A reeducação alimentar não pode pregar seu sacrifício todo santo dia! Senão, vai chegar uma hora que você não vai aguentar mais, vai chutar o pau da barraca (ou empurrar, no nosso caso), mandar o atum, alface e o arroz integral praquele lugar e engordar tudo de novo! Eu tento me controlar e dosar as coisas. Eu passo vontade sim! Sem sacrifício, você não chega a lugar algum. Mas eu também me permito! O equilíbrio é o mais importante!

Meninas, espero ter ajudado e respondido algumas perguntas! bjsss 😉 <3